Corinthians recebe CSA tentando vencer desconfiança

Após três semanas de incertezas, o Corinthians retoma sua temporada cercado de desconfiança às 16 horas (de Brasília) de hoje, quando recebe o CSA em sua Arena.
Pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, o Timão entra em campo desafiado a mostrar algo diferente em um cenário que promete poucas inovações. Quase tudo no Corinthians é idêntico a antes da pausa da Copa América, a começar pela escalação – só Gil é novidade entre os titulares. Fábio Carille mantém o sistema tático e todas as peças do meio para frente: Ralf, Junior Urso de volantes; Sornoza centralizado; Pedrinho e Clayson nas pontas; e Vagner Love como centroavante
É a mesma ideia de jogo do primeiro semestre, no qual o Corinthians patinou em vários jogos e mostrou grande dificuldade na armação de jogadas – ainda que tenha sido campeão estadual. A manutenção do esquema e dos jogadores se justifica em parte por alguns problemas que Carille enfrentou durante a pausa da Copa América, mas surpreende a permanência de Sornoza, por exemplo, visto que Régis foi o grande destaque dos amistosos recentes, informa o Uol esportes
Sornoza foi reserva nos testes contra Botafogo-SP, Vila Nova e Londrina, mas retomou sua posição justamente nesta semana – sobrou para Régis voltar ao banco. Outra insistência é Pedrinho na ponta direita, ainda que o jogador prefira a faixa central e até tenha sido testado nesta função.
De modo geral, Carille experimentou tudo o que conseguiu nas últimas semanas, mas parece não ter sido convencido por nenhuma alternativa. Daí que o Corinthians encara o CSA sob pressão de ter bons momentos de futebol. Não chega a ser uma insatisfação da torcida, que inclusive tem sido bastante paciente, mas a esperança é que o mês de descanso e treinos tenha servido para melhorar o time de alguma. Afinal Carille falou tanto na pausa de meio de ano que acabou inflando também a expectativa pela evolução.
14/07/2019