Acabe com o seu mau hálito em 4 passos

Especialista dá dicas para quem sofre principalmente com a saburra lingual, uma das principais causas da halitose

noticia_42217

Não tem nada mais desagradável do que sofrer com o mau hálito. E, apesar de ele estar automaticamente associado à falta de higiene bucal, nem sempre esse é o motivo do odor ruim vindo da boca. Às vezes tudo o que você precisa fazer é combater a saburra lingual. Quer saber como? Conheça os 4 passos para o hálito fresco.

Para começar, precisamos entender o que é saburra lingual, certo? “Pois bem, a saburra lingual é uma camada esbranquiçada ou amarelada que fica sobre a nossa língua, bem lá no fundo perto da garganta”, diz Arany Tunes, cirurgião-dentista especializado no diagnóstico e tratamento da halitose.

Ela se forma quando a quantidade de saliva diminui e a escamação da mucosa bucal aumenta, acumulando um bando de restos de alimentos, células mortas e bactérias, ou seja, um combo bem mal cheiroso.

A descamação excessiva das células da boca pode ser causada por: respiração bucal, ronco, uso indevido de enxaguantes com álcool, uso de aparelhos ortodônticos, hábitos de comer os cantos dos dedos, boca ou lábios e etc.

Mas como acabar com a saburra?
A saburra não é tão difícil de ser combatida. Apesar da escova comum não conseguir alcançar o fundo da língua, com quatro passos bem simples é possível eliminá-la por completo.

1.Use enxaguantes específicos
O primeiro passo, antes mesmo de escovar os dentes, é fazer um gargarejo com um enxaguante à base de dióxido de cloro com a língua para fora. Estudos mostram que o dióxido de cloro é muito eficaz para neutralizar os compostos de enxofre voláteis criados pelas bactérias que estão formando a saburra.

2.Use raspadores linguais
E seguida, use raspadores linguais que é um objeto plástico comprido com um furo no meio.  Ele consegue alcançar até o fundo da língua e remove com muita eficiência todas as células mortas e bactérias que ali estavam depositadas. “Ele deve ser usado sempre antes da escovação, cerca de três vezes ao dia”, diz Arany.

3.Escova e fio dental usados corretamente
Só depois dos rituais citados acima passe o fio dental e escove os dentes, exatamente nessa ordem. “O fio dental é fundamental para uma boa higiene oral. Ele consegue alcançar áreas em que a escova de dente nunca alcança. Deve ser usado entre todos os dentes e atrás do último dente do fundo (molar). Para cada espaço novo, é importante usar um segmento limpo do fio dental, assim não há transferência de placa bacteriana de um dente para o outro”, diz o especialista.

E quantas vezes devemos escovar os dentes por dia? “Após as principais refeições e antes de dormir. Pacientes com boca saudável geralmente escovam os dentes 3 ou 4 vezes ao dia”, diz. Ah, e na hora da escovação não se esqueça de toda a mucosa da boca e de reforçar a escovação da língua. Também, é importante lembrar-se de trocar a escova quando perceber que ela está perdendo o formato original, pois uma escova nova limpa muito melhor

4.Dióxido de cloro mais uma vez!
Ao fim, faça mais um bochecho para deixar o hálito fresco e eliminar as bactérias e células remanescentes.

Agência Beta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *