Petição critica estátuas blasfêmicas de santa em versões humoradas

Acusada de “blasfêmia”, a responsável pelas imagens afirma não considerar ter cometido nenhuma infração

naom_56cb78d934b55

 

O Ministério Público do DF recebeu uma denúncia pedindo providências acerca de uma loja de decoração que comercializa estatuetas de santos caracterizados como personagens de filmes, séries ou até mesmo personalidades importantes, segundo o G1.

O grupo católico que deu entrada na petição alega que as estátuas ferem o artigo 208 do Código Penal, que aborda crimes contra o sentimento religioso. “As características fundamentais destas estatuetas foram dadas pela Igreja Católica há pelo menos alguns milhares de anos. O seu uso indevido, além de ser contra a ética, constitui-se como um ato de violência à dita Instituição, bem como ao meu sentimento religioso”, diz o texto.

Acusada de “blasfêmia”, a responsável pelas imagens Ana Smile concedeu entrevista ao G1, onde afirma não considerar ter cometido nenhuma infração. Segundo ela, tudo começou há três anos, quando quis uma imagem para decorar sua casa. Amigos viram o “santo estilizado” e passaram a encomendar peças, que foram se espalhando no “boca a boca” e, há um ano, Ana decidiu criar uma página em redes sociais para divulgar as estatuetas.

“A intenção sempre foi um trabalho artístico, de humor mesmo, nunca de forma a denegrir ou desrespeitar qualquer crença”, afirma a artista. Os objetos têm entre 30 centímetros e 55 centímetros e os preços variam de R$ 200 a R$ 400.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *