Protótipo do Galaxy S10 é furtado em aeroporto de São Paulo

Um protótipo de um Samsung Galaxy S10 foi furtado no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, no final do mês passado. Um funcionário de uma transportadora de cargas viu o celular em uma caixa e pegou o item. Na manhã da última sexta-feira (7), a Polícia Civil prendeu o homem.

Agentes da 3ª Delegacia Especializada no Atendimento ao Turista (Deatur) investigavam o furto do aparelho e conseguiram identificar o funcionário como autor do crime. O Gizmodo Brasil entrou em contato com a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo e soube que Ricardo Alves Silvestre furtou um protótipo do aparelho celular Samsung Galaxy S10. Ele foi indiciado por furto, informa o MSN.

O Galaxy S10 ainda deve demorar bastante para aparecer no mercado – ainda estamos na oitava geração do aparelho. Se a Samsung seguir o seu cronograma tradicional, só deveremos ver o S10 daqui a dois anos. A empresa enviou o produto aparentemente da Coreia do Sul para realizar testes e assimilar as tecnologias e, apesar de se tratar do principal produto da sua linha de celulares, o enviou de uma forma aparentemente desleixada para uma fábrica do outro lado do mundo. Procurada, a Samsung disse apenas que “não comenta o caso”.

Vazamentos de protótipos e informações sigilosas costumam acontecer justamente na cadeia de produção; recentemente, a Apple fez uma reunião interna com um guia para evitar essas situações e apontou que dispositivos roubados na fábrica ou durante os transportes eram a principal fonte.

Os policiais continuam a investigação para identificar se outras pessoas estão envolvidas. No entanto, a hipótese inicial de furto encomendado para espionagem industrial está praticamente descartada. De acordo com o delegado Luiz Alberto Guerra, titular da 3ª Deatur, os elementos coletados até agora não corroboram essa suspeita, já que Ricardo Alves tentava há uma semana utilizar o celular em sua casa.

11/07/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *