Redes sociais fazem pessoas voltarem a era da Dona Fifi da janela

fofoqueiros-fofoca-na-internet

Nasci em 1985 em uma cidade pequena e era comum ver senhoras nas janelas olhando simplesmente o movimento nas ruas, aliás, o pouco movimento. Essas senhoras tinham uma língua afiada e sabiam  tudo que acontecia a volta. Era chamadas de  “Dona Fifi”. Joguei no Google e descobri que esse nome vem de uma personagem interpretada por Fafy Siqueira na novela Hipertensão, veiculada pela Globo nos anos de 1986 e 1987.

O crescimento das cidades e a saída da mulher de casa para o mercado de trabalho fez as donas Fifis desaparecerem, a não ser nas cidades pequenas onde todo mundo ainda sabe da vida de todo mundo. Na minha antiga cidade ainda é assim. Se alguém espirra, todo mundo sabe.

Na era das redes sociais, tenho observado que muitos são os que voltaram às janelas. Não janelas físicas, mas as virtuais. Gente que fica de olho em tudo que acontece e que adora fazer comentários maldosos, principalmente fora da janela virtual. Gente que corre no Facebook para se informar e depois corre no mundo real para colocar a língua afiada para trabalhar. Que pena!

O tempo passa, as pessoas continuam as mesmas. Com tecnologia ou sem ela, apenas mudam-se meios. Pessoas continuam sendo pessoas. Loucas para saberem o que acontece no quintal alheio. Ao procurar no Google sobre o surgimento da expressão “dona Fifi” descobri um poema e quero compartilhar com vocês.

Se você tem visto o crescimento no número de “dona Fifi” por onde você passa, compartilhe este post. Quem sabe melhora, né?

 

DONA FIFI FOFOQUEIRA  (Anne Lieri)

Dona Fifi Fofoqueira

É conhecida na cidade!

Ela é muito faladeira

E nunca fala a verdade!

Logo que amanhece o dia

Fifi vai para a janela

Fofocar é sua mania

E não fecha a tramela!

Olha tudo que se passa

Com muita, muita atenção!

Quem senta no banco da praça,

Quem sai para comprar pão!

O decote da vizinha,

O bigode do português,

Menino atrás da galinha,

O olhar do japonês!

 

Nada Fifi deixa passar

E sai logo fofocando

Até alguém se queixar

E ela entra, voando!

 

Fofoca é feio, Fifi!

Não seja mais fofoqueira!

Saia depressa daí

Não cuide da vida alheia!

 

Bruno Figueiredo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *