Samu leva serviços de saúde e ações educativas à população na orla e no Centro

Para aproximar ainda mais a população do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Alagoas, a 8ª edição do projeto Conheça o Samu levou serviços e ações à orla de Maceió, no último domingo (9), e ao Calçadão do Comércio, no Centro, nesta segunda-feira (10). A atividade deu o pontapé inicial para as comemorações alusivas aos 15 anos do órgão no estado.

A população visitou os estandes do projeto e pôde verificar a pressão arterial, o nível de glicemia, fazer teste rápido de HIV, tomar vacinas contra difteria, tétano e hepatite B, além de aprender noções de primeiros socorros. Os visitantes também puderam conhecer e fotografar o interior das ambulâncias e o helicóptero do Samu, que integra o serviço aeromédico.

Quem ficou encantando com a aeronave do Samu foi o pequeno Lucas, que estava acompanhado do pai, José Antônio Guedes. Os turistas de Campo Grande (MS) parabenizaram o Samu Alagoas pelos 15 anos. “Essas ações são sempre bem-vindas, porque criam um vínculo entre a população e a saúde pública, principalmente em uma cidade turística como Maceió”, destacou.

Outra criança que se divertiu durante as ações do Samu foi Gabrielle Teodósio, que observou atentamente os socorristas simularem uma massagem cardíaca. “Achei muito interessante e divertido. Agora se alguma criancinha tiver engasgada, vou poder fazer esses movimentos para salvar a vida dela, enquanto a equipe do Samu é acionada”, disse a menina.

Novo Momento

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, o Samu Alagoas completa 15 anos vivendo um novo momento, especialmente pela renovação de 100% da frota de ambulâncias. “O Samu Alagoas é o mais bem equipado do país, prestando um serviço com tecnologia de ponta para prestar assistência à população de todos os municípios do estado”, disse.

O gestor da Saúde estadual lembrou que os investimentos feitos para a renovação da frota refletem o compromisso do governo Renan Filho de prestar atendimento ágil em todas as regiões. “Com isso, estamos salvando mais vidas e também reduzindo o índice de sequelas nos pacientes”, concluiu Christian. Além da cidade de Maceió, o projeto já contou com edições nas cidades de Arapiraca, Murici e União dos Palmares.

Luiz Carlos Silva, 61 anos, foi outro popular que pode aproveitar os serviços de saúde oferecidos durante a 8ª edição do “Conheça o Samu”. “São essas ações que a população gosta, para poder saber como anda a assistência à saúde dos alagoanos. Eu sempre verifico minha pressão e glicemia, por ser doador de sangue há mais de 20 anos. Por isso, preciso estar com todos os exames em dia, para poder ajudar ao próximo”, afirmou.

Para o major Dárbio Alvim, supervisor do Samu Alagoas, um dos objetivos do projeto é conscientizar a população sobre os prejuízos que os trotes causam para o serviço. “Iremos completar 15 anos no próximo dia 16 de dezembro e ainda

vemos que o número de trotes é alto. Este ano, 56,42% dos chamados gerais para o número 192 foram trotes. Somente com esse trabalho de conscientização podemos continuar reduzindo esse quantitativo, que já chegou a ser de mais de 70%”, alertou o supervisor.

Ascom – 11/12/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *