Suspeito de provocar colisão vai ser indiciado por duplo homicídio e dupla tentativa

O motorista Leonardo Dionísio Alves de Oliveira, suspeito de provocar o grave acidente que deixou duas pessoas mortas e duas feridas, em Marechal Deodoro, nesse domingo (9), será indiciado por duplo homicídio e dupla tentativa de homicídio qualificado, segundo informou o delegado do município, Leonan Pinheiro.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito foi preso pelas equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) por embriaguez ao volante. Oliveira apresentou no teste do etilômetro 0.8 mg/L, percentual três vezes maior do que o permitido pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

“O suspeito também será autuado por dirigir o veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool. Temos, ainda, que mencionar o ótimo trabalho realizado pelas equipes da PRF e PC logo após o acidente. Estamos nas ruas, diariamente, para evitar e, posteriormente, solucionar problemas como esses”, observou Leonan Pinheiro.

Em seguida, o motorista foi conduzido para a Central de Flagrantes I, no bairro do Farol, em Maceió, onde segue detido. Nesta tarde, ele será encaminhado para Presídio de Segurança Máxima. No sistema prisional, o magistrado vai definir se ele vai responder pelo crime em liberdade, após o pagamento de fiança.

O caso

O acidente ocorreu na manhã desse domingo (09), no km 93 da rodovia BR-424, próximo ao Polo Industrial de Marechal Deodoro. Oliveira dirigia uma Pajero, quando colidiu contra uma Kombi. De acordo com a Polícia, o suspeito apresentava sinais de embriaguez;

No outro veículo tinham três pessoas. O motorista, José Correia de Lima, de 68 anos, que morreu antes dos primeiros socorros.

Os outros ocupantes eram Fernando Vieira, de 30 anos, que morreu a caminho do hospital; e José Ernandes Pereira da Silva, de 51 anos, que sofreu fratura exposta na perna direita, passou por cirurgia e está internado no Hospital Geral do Estado (HGE), no Trapiche da Barra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *