TJ/AL apresenta medidas de segurança para o Fórum da Capital

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) apresentou, nesta segunda-feira (10), na sede da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), as medidas que serão implementadas para dar mais segurança aos juízes que atuam no Fórum de Maceió. Entre as ações estão a disponibilização de um veículo que fará ronda no entorno do prédio, a utilização de rádios comunicadores interligados com o batalhão da Polícia Militar, além da instalação de portas giratórias e detectores de metal.

    “Já firmamos convênio com o município de Maceió, que disponibilizou guardas municipais para ajudarem na segurança e no controle de acesso ao Fórum. O objetivo é prezar pela integridade não apenas dos magistrados, mas também da população que circula por ali”, explicou o presidente do Fundo de Modernização do Poder Judiciário (Funjuris), juiz Maurício Brêda, ressaltando que passam diariamente pelo local cerca de 1.500 pessoas.

    Ainda segundo o magistrado, funcionará no Fórum, durante as tardes, uma base da Polícia Militar. “A nossa preocupação com segurança não se restringe ao Fórum da Capital. Devemos adotar medidas também em relação aos Fóruns do interior e, para isso, estamos fazendo um levantamento das necessidades de cada uma dessas unidades judiciárias”, destacou.

    O juiz Ygor Figueirêdo, auxiliar da Presidência do TJ/AL, reforçou os planos que o Tribunal tem de estender a segurança às demais unidades do Estado. “Queremos interiorizar essas medidas e, apesar das dificuldades financeiras, vamos fazer o possível para que isso ocorra”.

    Os juízes Maurício Brêda e Ygor Figueirêdo representaram o presidente do TJ/AL, desembargador Otávio Leão Praxedes, que não pôde comparecer à reunião na Almagis por motivo de saúde.

    Para o presidente da Associação, juiz Ney Alcântara, as medidas anunciadas são positivas. “O presidente Otávio Praxedes já sinalizou que entende o problema e que está sensível a essa questão. Conseguimos uma importante conquista, que foi a aprovação na Assembleia Legislativa do projeto que cria o Fundo de Segurança. Aguardamos agora apenas a sanção do governador do Estado”, afirmou Ney Alcântara.

Fundo de Segurança

    A verba destinada a essas medidas será proveniente do Fundo Estadual de Segurança dos Magistrados, cuja criação foi aprovada pela Assembleia Legislativa de Alagoas. O Fundo destina um percentual da receita do Funjuris para a segurança das unidades judiciárias e dos magistrados.

10/07/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *